Unidos pelo Amor

Uma comunidade de mulheres que sabe que a beleza está na sua história

12/09/2023 15:58
Thumbnail
Hoje, eu trago a história de uma comunidade digital diferente, que extrapola o mundo virtual. Essa comunidade é formada por mulheres que sabem, verdadeiramente, que os passos que as trouxeram até aqui são mais importantes que qualquer marca que o tempo possa ter deixado em suas peles.
Em comemoração aos 40 anos do Shopping Mueller, a Natura me convidou para escolher mulheres curitibanas inspiradoras que fazem parte da história de Curitiba e que carregam trajetórias que fazem delas únicas e especiais para serem fotografadas, ressaltando sua beleza natural, através das lentes da fotógrafa Lucy Lima.
E que missão difícil foi escolher apenas 14 dentre tantas mulheres incríveis com quem tenho a honra de conviver.
Se tem um jeito de fazer uma mulher ficar ainda mais bonita é fazê-la confiar em sua própria história e inspirar outras mulheres a fazerem o mesmo. O maquiador oficial da Natura, Marcos Costa, foi enviado para Curitiba para assinar as produções. O cenário das fotos foi a varanda externa do Shopping Mueller que, além da linda vista de nossa cidade, trouxe recordações gostosas para as homenageadas do primeiro grande shopping de Curitiba.
Dizer “eu posso fazer, ser ou viver o que eu quiser, independentemente da idade”, transforma mulheres em divas e foi neste clima que comecei a conversa com cada uma delas - e me emocionei com seus relatos.
A exposição “Eu posso” faz parte das comemorações dos 40 anos do Shopping Mueller, tem o patrocínio da Natura, o apoio da Pinó e homenageia 14 mulheres curitibanas muito especiais.
Agora, lhe convido a conhecer e se inspirar com cada uma delas.
Obs.: A exposição ficará à mostra nos corredores do Mueller até o final de setembro.

Lilian Miranda

51 anos, diretora executiva da empresa Pratafina, descobriu que lançar tendências pode impactar vidas de várias formas e a sua própria ela impacta fazendo viagens com propósitos.
“Ser eu mesma me faz única e, na minha idade, eu posso me dar ao luxo de servir aos demais, sendo uma voluntária de bem-estar.”

Regina Rocha

67 anos, empresária da Bendita Marketing, começou sua vida profissional aos 30 anos, aos 40 se sentia deslumbrante, aos 50 continuou acontecendo e, agora, brilha ainda mais.
“O que me faz única? Minha energia. Sou positiva!”

Angela Hilgemberg Zanlorenzi

56 anos, farmacêutica bioquímica e presidente estadual da Rede Feminina de Combate ao Câncer, entende que cuidar de saúde física e mental é fundamental para aproveitar a vida ao máximo.
“O que me faz única são minhas experiências de vida, que moldaram minha perspectiva de mundo. Tanto os ganhos quanto as perdas e livramentos fizeram moldar a minha maturidade.”

Tati Crespa

43 anos, atriz e modelo, se permite fazer o que quer: dançar, cantar, atuar, correr, pedalar, namorar, ler um livro, assistir a um filme, tomar café com as amigas, viajar com filhos, com a família, visitar seus pais, receber visitas, trabalhar, acordar cedo e dormir tarde.
“Me conheço um pouco mais a cada dia, com um olhar de amor e carinho.”

Cris Alessi

47 anos, publicitária e palestrante de inovação e transformação digital. Conselheira e investidora Anjo, cofundou e presidiu o Fórum InovaCidades ligado à Frente Nacional de Prefeitos. Atua no Conselho de Mulheres na Tecnologia. Colunista do GazzConecta. Escritora e Mentora de startups.
“Minhas experiências, escolhas e histórias são só minhas. Sou a soma do que vivi, das conquistas e dos fracassos. Também sou um pouco de cada um que passou pela minha vida. Isso me faz única.”

Caroline Grimm

42 anos, médica, servidora pública e criadora de conteúdo de gastronomia e viagens, transformou seu hobby em uma profissão, e com isso pode influenciar mulheres a buscarem a sua independência emocional e se aventurarem a viajar sozinhas ou, simplesmente, a se sentirem felizes e confortáveis com as suas próprias companhias, onde quer que seja.
“Faço tudo que eu gostaria de ter feito aos 20 anos, mas não tinha a liberdade, o tempo e a sabedoria que tenho hoje. Aproveito a vida de forma plena”.

Meroly Felizardo

38 anos, turismóloga, fundadora e produtora cultural da Emporium Handmade, tem como missão de vida criar conexões poderosas entre talentosos criadores e aqueles que valorizam o feito à mão.
“Nunca desisti facilmente de algo que acredito. Sempre procuro encontrar o lado positivo em qualquer situação, por pior que ela possa parecer”.

Jussara Voss

67 anos, jornalista especializada em gastronomia, sabe o que vale a pena ser vivido e vive cada momento. É feliz, vai atrás dos seus sonhos, come e bebe bem, entende seus limites e procura olhar o outro, viver com pouco e deixar a vaidade de lado. Aprender e recomeça sempre.
“O que me faz única? Meu CPF. Ter coragem. Lutar sempre.”

Karin Piragine

52 anos, engenheira de alimentos, mãe, empresária e taurina, que a torna decidida, prática e amorosa.
“Descobri depois dos 40 anos que a minha força é maior que tudo e fico feliz por ser quem sou.”

Luciana Burko

53 anos, farmacêutica, advogada e estrategista em marca pessoal, acredita que sonhos nunca são tardios e que é possível fazer escolhas de maneira mais consciente, sem se preocupar com julgamentos.
“Ajudo mulheres empreendedoras a se destacarem em sua área de atuação por meio de um posicionamento assertivo e uma comunicação clara e o que me faz única é a minha energia”.

Vera Alice Lucio

68 anos, empreendedora de moda infantil com criação de várias marcas, como Pe.Ti.Tê e FuChick, acredita que na sua idade pode alcançar qualquer coisa, pois sua mentalidade é de determinação e realização.
“O que me torna única é que o amor é a força motriz por trás de tudo o que faço em minha vida.”

Eva dos Santos

49 anos, chef de cozinha, consultora na área de gastronomia, considera que o que a faz única é a sua capacidade de nunca desistir, de se transformar, se adaptar, sua paixão pelo que faz, suas experiências e seu dom.
“Estou na plenitude da vida, me sinto mais jovem, ou não me sinto velha, me sinto cheia de energia como na adolescência, sou jovem sem rótulos. Ou, como diz a Sandy na música: sou jovem para ser velha rsrsrs...”

Andréa Sorgenfrei

52 anos, jornalista e head da Pinó - unidade de desenvolvimento de novos negócios, se surpreendeu com a terceira fase de vida. Não pensa em se aposentar tão cedo e está feliz liderando transformações de negócios que a provocavam de forma positiva e acelerada.
“Quero ser eu mesma, sem me preocupar com o que os outros querem que eu seja. Viver a vida no meu tempo, nas minhas crenças, com as pessoas que amo (me incluo nessa lista) e que me fazem bem”.

Michelle Taminato

44 anos, empreendedora, deixou para trás uma carreira executiva em ascensão para embarcar em um sabático para refletir o que era felicidade. Ao retornar, escolheu empreender de forma inovadora e colaborativa.
“Tenho a capacidade de ser e realizar todos os meus sonhos e aspirações, pois meus talentos, desenvolvidos ao longo do tempo, me fortalecem, e meu compromisso com o autoconhecimento me sustenta. Quando os direciono para um propósito maior, pessoas incríveis somam a ele e experimento a gratificante sensação de que a vida é repleta de sentido e significado.”

Lucy Lima

44 anos, fotógrafa, diz que depois dos 40 passou a sentir uma paz que na mocidade não conhecia, fruto da maturidade!!
“Vejo a vida hoje com infinitas possibilidades! Gosto daquela frase clichê: O céu é o limite”.
Créditos: Maquiagem – Marcos Costa  •  Cabelo – Junior Mesquita  •  Fotografia – Lucy Lima  •  Produção – Mônica Balestieri Berlitz  •  Looks - Dudalina, Le |Lis Blanc, Levis, Shoulder   •  Assessórios – PrataFina e Silvia Döring  •  Agradecimento especial ao Lady&Lord pela disponibilização do espaço e pelo carinho que nos receberam.

Enquete

Como você escolhe a alimentação do seu pet?

Newsletter

Receba um resumo dos nossos conteúdos no seu e-mail!